Como aumentar as vendas com a Psicologia das Cores?

O consumidor é influenciado diretamente pelas cores. O Neuromarketing surgiu para entender a lógica do consumo, visando desejos, impulsos e motivações com o objetivo da compra. A universidade americana de Baylor College of Medicine estudou e mostrou como o cérebro interpreta as tonalidades. Vejamos:

shutterstock_219793468-810x540Azul: em tom escuro relaciona-se ao poder e, em tom mais claro, provoca sensação de frescor e higiene. Está ligado a produtividade e sucesso;

Laranja: representa mudança, expansão e dinamismo;

Amarelo: passa a mensagem de transparência nas negociações e objetiva o lucro. Se ele for combinado com outras cores significa credibilidade;

Rosa: Em tom claro dá ideia de inocência. Já o estilo “pink” revela o desejo de iniciar ações individuais;

Cinza: É a expressão de neutralidade. Pode indicar indecisão ou ausência de energia;

Verde: remete à natureza. Transmite frescor, harmonia, equilíbrio. Reforça a ideia de ponderação e coerência;

Marrom: é uma cor pesada. Sugere conservadorismo;

Branco: sugere pureza e cria impressão de luminosidade. Transmite ideia de frescor e calma. Combinado com outras cores proporciona harmonia;

Roxa: pode remeter a mistério. Também relaciona a calma e sensatez;

Vermelho: sugere emoção, dinamismo, sexualidade, virilidade e masculinidade;

Preta: sugere mistério, curiosidade ou superioridade, além de nobreza e distinção.

A Psicologia das Cores possui informações para entendermos como podemos escolher uma determinada cor para alavancar vendas, seja em um e-commerce, seja em um comércio físico. Espero que você tenha compreendido a dinâmica do arco-íris e sua influência, tanto do ponto de vista psicológico, como do ponto de vista empresarial.

Até a próxima!

Antônio Jacinto Cavalcante – Consultor da Amarkante

Por | 2018-03-22T10:27:13+00:00 17 fev 2017|

Sobre o autor:

Deixar um comentário