Chegou a sua vez. E agora?

*Texto de André Farias – Consultor Empresarial

Vivemos um tempo de extrema instabilidade. Se já não bastasse todo o cenário político brasileiro, em decorrência do mesmo, passamos pela pior crise econômica dos últimos tempos. Com ela convivemos com o recorde de desempregos e o alto número de empresas fechando. Neste contexto vem a pergunta: o que fazer?

Na verdade, todos nós temos um pouco do lado empreendedor e, quase sempre (geralmente quando estamos em apuros), conseguimos nos sair de situações muito complexas. Por isso acredito que o ser humano deve ser estimulado ao empreendedorismo, pois, por meio dele, sempre há uma saída. A zona de conforto é pregada pela maioria, fundamentada na estabilidade de um emprego público. Mas as coisas estão mudando e, nem isso mais garante a pessoa em sua labuta confortável.

perder-empregoO mais interessante é analisarmos a capacidade de adaptação que o brasileiro possui. Até temos uma autodenominação do “jeitinho brasileiro”. Conseguimos uma admiração por onde passamos. E por que não usá-lo a nosso favor? Vamos aproveitar que fomos colocados no “canto da parede” e mostrar a nossa capacidade. Vamos provar que o seu melhor ainda estava guardado para ser usado neste momento. Podemos demonstrar isso com ações para o mercado, utilizando nossa capacidade e visando conquistar o nosso espaço.

As oportunidades passam e alcançam os que estão preparados. Não podemos esperar pelo momento ideal, pois o empreendedor deve arriscar sempre, compondo sua trajetória de acertos e erros. Não espere que outros conquistem o seu troféu e você viva a lamentar o que não fez. O tempo está passando e não podemos aguardar o amanhã. A sua chance é agora. O momento é hoje. Já dizia um velho filósofo: “Enquanto uns choram outros vendem lenços”. Comece já, Nós estamos aqui para te ajudar!

Daí repito a pergunta inicial:

CHEGOU A SUA VEZ. E AGORA?

 

Por | 2018-03-22T10:27:10+00:00 13 abr 2017|

Sobre o autor:

Deixar um comentário