Urgência X Pendência: não sabote o seu trabalho!

*Texto de Anne Caroline Bomfim – Jornalista

A correria do mundo moderno impõe o desenvolvimento constante da organização e a busca incessante da criatividade, especialmente no mercado de trabalho. Mas isso pode ser aplicado sempre em nossas vidas. De uma maneira ou de outra, em muitos casos e em diversas situações, urgências são confundidas com pendências. Vou esclarecer a diferença entre elas.

Primeiramente é preciso compreender que ser organizado dá trabalho, mas é produtivo e bom. Um profissional qualificado é necessariamente bem estruturado, não apenas do ponto de vista técnico, mas também do ponto de vista holístico. A necessidade de ser excelente passa, também, pela organização.

Imagine que você precisa fazer inúmeras atividades ao longo da semana. Aí vem a aborrecido-no-trabalho-57c9889ecfd5c-598x400pergunta fatídica: por onde devo começar? A maioria das pessoas, com certeza, responderiam “pelo mais urgente”. Eu respondo: “pelo mais importante”. É óbvio que, para cada coisa, tem-se o seu tempo. Entretanto, é necessário estabelecer prioridades reais. Algo urgente é algo que precisa ser feito de imediato. Uma pendência, por sua vez, precisa ser resolvida, mas requer maior flexibilidade.

No entanto, cuidado: não deixe que o imediatismo da urgência sabote suas pendências. “Apagar incêndios” todos os dias não é saudável para ninguém. É por isso que qualquer profissional precisa estar imerso numa atmosfera propícia ao desenvolvimento para pensar e para reinventar-se. E todos necessitamos de tempo para desenvolver trabalhos excepcionais.

A melhor maneira de ser um bom profissional é buscar equilíbrio entre todas as variáveis que o afetam, sejam elas boas ou ruins. Antes de ir para o trabalho fale a si mesmo: EU POSSO, EU CONSIGO! O nosso dia é hoje. A oportunidade é agora. Faça acontecer. O que você está esperando?

Por | 2018-03-22T10:27:06+00:00 28 jul 2017|

Sobre o autor:

Deixar um comentário