Estoque organizado para a boa gestão do negócio

*Texto de José Gomes – Consultor

A organização do estoque é um dos pontos primordiais para manter um negócio saudável. E algumas etapas são essenciais para que essa organização aconteça. Primeiro é importante formar uma excelente equipe de estoque. Com características básicas que compõem o perfil da área, como pró-atividade, organização, integridade, agilidade e eficiência. Qualidades que ajudam a minimizar erros e que contribuem para a correta realização das demandas do setor.

gestao-de-comprasOutro ponto fundamental é dimensionar corretamente a estrutura física de armazenagem e os equipamentos de movimentação necessários. Nesta etapa é importante considerar como serão as movimentações de entrada, saída, armazenagem, seguindo sempre as orientações e cuidados recomendados para os materiais envolvidos. Para evitar riscos, é obrigatório checar e instalar os itens de segurança necessários na área, como detectores e alarmes de presença e de incêndio, e outros itens que definirão o local como seguro para a atividade.

Muitas são as responsabilidades do gestor, mas é importante que ele reserve tempo para receber e analisar relatórios referentes ao seu estoque. Esses relatórios o auxiliam na gestão, pois trazem informações sobre saldos e movimentações ocorridas, que possibilitam melhorar as compras, evitar faltas e garantir vendas, evitar acúmulos de material desnecessário, ter foco em produtos com boa saída ou ótimo retorno, gerar campanhas para itens sem saída, entender perdas, dentre outras inúmeras ações possíveis.

Uma ação também importante e que deve estar sempre programada e com seu cronograma definido é a realização do inventário, que é a contagem física dos materiais em estoque.

O inventário geral é considerado o principal, ele tem obrigação legal, deve ser realizado ao final de cada exercício contábil, possui efeito fiscal e será a contagem geral de todos os itens em estoque. Nele há informações que atualizam o gestor sobre os saldos de todos os itens, valores totais de estoque, etc. Há também os inventários rotativos, que parcialmente contemplam partes do estoque, mas que ao final de um período definido pode se ter verificado o saldo de todo o estoque. Este contribui para o inventário geral, pois indica ajustes ou correções que podem ser realizadas rapidamente, como também podem dar indícios de falhas nos processos de movimentação de materiais.

Desta forma, está atualizado com as melhores práticas da área, ter uma equipe alinhada com seus deveres e obrigações, ter bem definida a estrutura de armazenagem e movimentação de materiais, realizar acompanhamento e análise dos saldos de estoque, planejar e realizar inventários, são ações que contribuem para manter o estoque organizado e consequentemente a perpetuação do negócio.

Você sabia que a Amarkante oferta o serviço de Gestão de Estoques? Entre em contato conosco para saber mais!